Maintenance Our site will be under maintenance on Saturday, September 22th, please come back a day later

Home > For the public > NA WORLD SERVICES UPDATE

NA WORLD SERVICES UPDATE

Back to NAWS News Main Page | Contact NA World Services | Back to Home Page
Volume 1, Numero 2 
PO Box 9999, Van Nuys, CA 91409
world_board@na.org
Outubro de 1998

Neste numero:
Saudacoes do vosso Conselho dos Servicos Mundiais
Sugestoes recebidas
Quais sao as publicacoes dos Servicos Mundiais de NA, e quais os seus propositos?
Bem-vindos a Los Angeles
Quem somos, o que fazemos, e como o fazemos?
A comunicacao e a nossa principal prioridade!
Conhecer a nova equipa: o PRH
Co-facilitador da WSC
Relatorios, relatorios, e mais relatorios
Grupos de trabalho novos e existentes FIPT
O WSO e as auditorias
Pontos diversos
Um agradecimento final

 


Saudacoes do vosso
Conselho dos Servicos Mundiais 
Bem-vindos ao segundo numero do Boletim Informativo dos Servicos Mundiais de NA (?NAWS News?). Estes boletins, que abrangem as discussoes e as decisoes do Conselho dos Servicos Mundiais (WB) - (?World Board?; no Brasil: ?Quadro Mundial?), serao redigidos depois de cada reuniao do conselho, nao como substitutos das actas mas, como descricao geral das actividades do WB. O boletim e traduzido em quatro linguas. Por isso esperamos que se mantenha facil de compreender e facil de traduzir, e que continue a incluir toda a informacao relevante.

&&&&&&&&&&&&






Sugestoes recebidas
Um agradecimento muito grande a todos aqueles que nos deram sugestoes e opinioes relativas ao primeiro numero do boletim NAWS. Recebemos cartas de pessoas de muitas comunidades diferentes, com variados pontos-de-vista ? algumas queriam mais pormenores sobre a nossa actividade; outras mostravam-se satisfeitas pela forma como o boletim era facil de ler e de traduzir. Uma coisa que as cartas tinham em comum era um desejo de receberem noticias do Conselho dos Servicos Mundiais e de se aumentar a comunicacao.

O conselho esta totalmente de acordo com os vossos pedidos para uma maior comunicacao. Tal como verao mais a frente neste numero, a questao da comunicacao e tao importante para nos, a todos os niveis, que fizemos dela a nossa principal prioridade.

Retorna ao inicio
 
 

Quais as publicacoes dos
Servicos Mundiais de NA,
e quais os seus objectivos? 

A revista ?NA Way?- publicada quatro vezes por ano, enviada a todos os grupos registados e a membros que assim o desejem. A ?NA Way? e a publicacao da irmandade. Traduzida em quatro linguas (frances, alemao, portugues e castelhano).

?Boletim informativo NAWS?- publicado apos cada reuniao do Conselho dos Servicos Mundiais e enviado aos Participantes da WSC (Conferencia Mundial de Servico), e a Comites de Servico Regionais e de Area. O boletim contem informacao actualizada sobre as actividades do Conselho. Traduzido em quatro linguas.

Relatorio da Agenda da Conferencia (CAR) - publicado noventa dias antes da reuniao anual da WSC, contem informacao sobre assuntos a colocar a consideracao da irmandade, para sua decisao. Enviado gratuitamente a todos os Participantes da WSC e Comites Regionais de Servico, e a venda para quem o deseje. O corpo do CAR e traduzido para cinco linguas (as quatro acima referidas, mais o sueco).

Relatorio da Conferencia- publicado tres ou mais vezes por ano, incluindo o Relatorio da WSC, contem informacao sobre actividades da conferencia e prazos, e relata sobre todos os orgaos da conferencia. Enviado a participantes da conferencia e comites regionais de servico, pode tambem ser enviado a assinantes.
Actualizacoes Financeiras Trimestrais - publicado cada trimestre, este relatorio informa sobre os rendimentos e as despesas dos servicos mundiais durante o trimestre anterior. Tambem inclui as actividades com viagens planeadas e efectuadas. Enviado aos participantes da conferencia.

?Meeting by Mail?(Reunioes por correio) - publicado e enviado a membros do Grupo de Adictos em Isolamento.

?Reaching Out?- publicado quatro vezes por ano e enviado a subcomites locais de H&I e a membros em instituicoes. Exemplares em quantidade sao enviados a assinantes.


 

Retorna ao inicio

Bem-vindos a Los Angeles
8 a 10 de Outubro de 1998
A ordem de trabalhos da reuniao do Conselho dos Servicos Mundiais era extensa e assustadora; gastamos tres longos dias em discussoes. Todos os membros do conselho estiveram presentes e comecamos com um exercicio destinado a ligar-nos enquanto equipa e a afirmar os nossos objectivos e sonhos comuns para o conselho e para NA como um todo.

Chegamos a conclusao de que tanto os exercicios para criar espirito de equipa, como as sessoes de partilha no fim de cada dia, aumentam a qualidade das nossas discussoes e lembram-nos de manter uma base espiritual em tudo o que facamos enquanto comite. 
Foi na nossa primeira reuniao que decidimos por consenso a nossa participacao regular nesses exercicios.

Na primeira reuniao tambem haviamos pedido ao nosso Comite Executivo que olhasse para todas as tarefas em curso, para os projectos iniciados anteriormente e para os assuntos que nos foram confiados pela conferencia, e que nos apresentasse as suas recomendacoes. Quando comecamos a ver o material resultante da reuniao que tiveram com a Direccao Executiva dos Escritorios dos Servicos Mundiais (WSO), compreendemos que a maioria dos servicos providenciados pelo WSO podem ser considerados de ?rotina?, dado serem levados a cabo por eles de uma forma continua. (Em cada conferencia e distribuida uma lista de tarefas de rotina, que tambem podera ser obtida dos escritorios.) Alem disso, algumas funcoes do nosso conselho tiveram que ser mantidas, tal como o Comite Executivo, o grupo de trabalho de Avaliacao das Traducoes, o grupo de trabalho do boletim ?Reaching Out?, e o Comite Editorial da revista ?NA Way?, deixando-nos com dezassete (17) areas gerais de responsabilidade e tarefas especificas, que tivemos de ordenar por prioridade.

Alguns de nos vinham preparados para lidar com as tarefas a nossa frente e iniciar de imediato o desenvolvimento dos varios comites, enquanto outros achavam que era preciso continuarmos a avancar, o conselho como um todo, para nao nos deixarmos esmagar pelo detalhe, e para que pelo caminho nao perdessemos de vista o contexto mais largo. Precisavamos de ver qual seria a forma mais eficaz de utilizar os nossos recursos, e quais os pontos que iriamos ou nao conseguir completar neste ano da conferencia. Depressa concluimos que, embora pudessemos dividir-nos em comites, precisavamos de ver com mais cuidado o proposito e a funcao do WB.

&&&&&&&&&&&

Retorna ao inicio

Quem somos, o que fazemos,
e como o fazemos?
Atraves dos nossos varios exercicios para criar um espirito de equipa, verificamos que as discussoes podem ser mais eficazes em grupos mais pequenos do que no conselho na sua totalidade, de dezoito membros. Decidimos dividir-nos em tres grupos e tentar responder as mesmas perguntas. Estas incluiam: ?O que e que significa administrar servicos mundiais?? e ?Quais e que sao as questoes mais importantes que os servicos mundiais hoje enfrentam??

Quando regressamos das nossas discussoes em pequenos grupos, ficamos surpreendidos com as semelhancas nas nossas respostas. Concordamos de uma forma geral que, em termos das nossas discussoes, os servicos mundiais sao essencialmente um ?sistema de comunicacao, de coordenacao, de informacao, e de orientacao?.

Ao respondermos a ?O que e que significa administrar servicos mundiais??, concordamos que:
 

? o WB, em vez de levar a cabo accoes concretas, devera providenciar uma coordenacao geral, mantendo a visao de conjunto;

? o WB devera providenciar orientacao, direccao e apoio;

? o WB devera delegar tarefas eficazmente, levando em conta a necessidade de se manter a responsabilizacao por essas tarefas;


WB devera encorajar a consciencializacao da irmandade e a sua participacao, atraves de uma comunicacao eficaz.
  Quanto as questoes mais importantes que os servicos mundiais enfrentam, os pontos principais foram:

? Comunicacao

? Desenvolvimento da Irmandade

? Confianca

? Encorajamento da diversidade cultural e linguistica

? Relacoes publicas

? Promover entendimentos comuns de principios de NA

? Estabilidade financeira

Verificamos que todos os pontos indicados faziam parte do Plano de Desenvolvimento da Irmandade, que foi apresentado a conferencia em anos recentes. Concordamos, de uma forma geral, que a confianca resultara do nosso proprio trabalho, em vez de ser algo a considerar como item separado. Fomos entao confrontados com a prioritizacao das dezassete areas e/ou tarefas, que fizemos atraves de um sistema de classificacao.

&&&&&&&&&&

Retorna ao inicio
 

A comunicacao e a nossa
principal prioridade!!
O Conselho concordou, por consenso, que a comunicacao, incluindo o Grupo Especial sobre Comunicacao (?Communications Task Force?), seria a sua principal prioridade. Esta questao havia sido apresentada anteriormente a conferencia como parte do Plano de Desenvolvimento da Irmandade, reconhecendo-se que e um dos principais problemas identificados pelo inventario dos servicos mundiais. Este problema nao foi, todavia, adequadamente discutido pelo Grupo de Resolucao, salvo quando decidiu que, reduzindo-se o tamanho da conferencia e eliminando-se a duplicacao de esforcos, conseguir-se-ia uma maior clareza e, esperava-se, uma melhor comunicacao. 

Foi reconhecido ha algum tempo, tanto por funcionarios dos escritorios como por servidores de confianca, que a comunicacao constituia uma questao que tinha de ser discutida com a maxima prioridade. Para isso, o WSO desenvolveu uma proposta de formar o Grupo Especial sobre Comunicacao, cujo proposito seria o de avaliar a comunicacao dos servicos mundiais para a irmandade e vice-versa, a comunicacao dentro dos proprios servicos mundiais, e por fim a comunicacao dentro da irmandade como um todo. A proposta foi adoptada pelo anterior Conselho Directivo do WSO, e incluida no Plano de Desenvolvimento da Irmandade apresentado a conferencia pelo Conselho de Custodios dos Servicos Mundiais e pelo proprio Conselho Directivo do WSO. O Conselho dos Servicos Mundiais, atraves da sua decisao de fazer da comunicacao a sua principal prioridade, colocou esta questao no topo da sua lista. Ainda nao estavamos preparados para identificar os membros que iriam levar a cabo esta tarefa, mas faremos isso na nossa reuniao de Dezembro. Iremos continuar a relatar os desenvolvimentos nesta area.

&&&&&&&&&

Retorna ao inicio


Encontro com o
Painel de Recursos Humanos
Sabiamos que os membros do Painel de Recursos Humanos (PRH) tem estado a discutir a melhor forma de levarem a cabo o trabalho que lhes foi dado, e que tambem eles estao envolvidos no desenvolvimento de algo inteiramente novo. Tal como nos, querem desenvolver um sistema que previna as necessidades a longo prazo da Irmandade. Tivemos uma reuniao conjunta com eles e, depois de discutirmos a relacao entre o PRH e o WB, o consenso foi de que, embora os dois orgaos permanecam em comunicacao, o conselho nao se envolveria em nenhuma das questoes do PRH.

Discutimos as preocupacoes do PRH, incluindo:
 

? Apoio a eleicoes ? Sugerimos que pedissem a ajuda de antigos membros do Comite de Assuntos Internos (?Policy?) da Conferencia Mundial de Servicos, no desenvolvimento de linhas orientadoras relativas a processos eleitorais.? Co-facilitador da Conferencia Mundial ? Sugerimos que explorassem opcoes para dar apoio a conferencia, no caso de ela o requisitar.


O Conselho e o PRH desenvolveram uma relacao facil e atenciosa durante esta reuniao, e decidiram voltar a encontrar-se antes da WSC ?99.

&&&&&&&&&&

Retorna ao inicio
 

Co-facilitador da
Conferencia Mundial de Servicos (WSC)
Foi pedida a opiniao do conselho sobre o papel de co-facilitador da WSC, bem como sobre os passos a dar quanto a questao de so se ter elegido um membro para apoiar a conferencia do proximo ano. Apos alguma discussao, o conselho e da opiniao de que o papel de co-facilitador foi claramente identificado na WSC ?98 ? o de apoiar a reuniao anual da WSC. O conselho decidiu tambem que, dado que a conferencia identificou claramente que o papel de co-facilitador e o PRH estao separados do Conselho dos Servicos Mundiais, o WB ira preparar-se para dar a conferencia o apoio que for julgado necessario.

&&&&&&&&&&

Retorna ao inicio
 

Relatorios, relatorios, e mais relatorios
Tal como se disse acima, recebemos uma variedade de relatorios de funcionarios e/ou de grupos de trabalho, sobre as tarefas de rotina em curso. Vamos tentar, em poucas palavras, referir os pontos mais importantes desses relatorios. (Para uma listagem dos membros dos nossos varios grupos de trabalho, ver a caixa na pagina 4.) Embora tenhamos decidido estabelecer os nossos comites antes da WSC ?99, iremos continuar, entretanto, a usar grupos de trabalho para as nossas tarefas.

Grupo de trabalho de avaliacao das traducoes ? Este grupo e responsavel por interagir com o departamento de traducoes do WSO e as subcomissoes locais de traducoes (LTCs). Prossegue o trabalho de apoio as traducoes de literatura e de aprovacao da producao de traducoes. O WB decidiu manter este grupo de trabalho ao longo da WSC ?99.

Conselho Editorial da revista ?NA Way? ? Responsavel pelo planeamento editorial da revista. Foram nomeados quatro membros do WB para servirem no conselho editorial ate nova decisao. Antes desta reuniao,  quem serviu nesta funcao foram os coordenadores dos dois conselhos anteriores e o Coordenador da WSC. Agradecemos a estes membros o seu servico nos anos anteriores.

Grupo de trabalho do boletim ?Reaching Out?  - Responsavel pelo conteudo editorial deste periodico destinado a subcomissoes de H&I e ao adicto que se encontra em instituicoes. Este grupo de trabalho sera mantido ao longo da WSC ?99, ou ate o sistema de comites do conselho estar totalmente operacional.

WCNA-28? Embora nao haja nenhum grupo de trabalho especifico dedicado a esta tarefa, ha um membro do conselho a trabalhar com o WSO na discussao de questoes relacionadas com a proxima convencao mundial de NA, que tera lugar em Cartagena, na Colombia. Havera um relatorio completo sobre esta questao na reuniao de Dezembro do conselho.

Dia de Unidade? Trata-se de uma outra tarefa sem um grupo de trabalho especifico, mas houve o reconhecimento de que tera de continuar como tarefa do WB. Discutimos se deveremos ou nao realizar um Dia de Unidade em conjunto com uma outra actividade qualquer em 1999, ou realiza-la como evento completamente separado. Embora haja meritos em qualquer das opcoes, decidimos pedir um parecer ao Comite Executivo.

Forum de Desenvolvimento? Como resultado das sugestoes recebidas na WSC ?98, foram efectuadas mudancas no Forum de Desenvolvimento deste ano. Pela primeira vez, a elegibilidade foi alargada para incluir as regioes norte-americanas e canadianas e outras comunidades de NA. Os criterios para consideracao sao os de haver um comite de servico estabelecido que sirva o pais ou a regiao, e uma incapacidade para pagar a deslocacao de um representante a WSC. O prazo para o vosso pedido e envio do formulario preenchido terminou a 25 de Dezembro. Se tiverem quaisquer questoes ou precisarem de mais informacoes, pedimos que contactem o WSO. O WB nomeou quatro membros para este grupo de trabalho.

Desenvolvimento da Irmandade - O WB discutiu tambem a estrategia utilizada para determinar as viagens de Desenvolvimento da Irmandade - de momento as viagens de desenvolvimento rodam anualmente pelas zonas fora da America do Norte. Concentramo-nos nos fora zonais, pois constituem as melhores oportunidades para encontros com membros das varias comunidades na zona. As excepcoes sao aquelas comunidades que tem uma necessidade importante para ser discutida. Dentro dos Estados Unidos, os nossos esforcos visam geralmente responder a pedidos recebidos. Estes sao tipicamente ?workshops? ou fora zonais ou multi-regionais, mas tambem temos respondido a pedidos de apoio especifico a regioes individuais.

Relacoes Publicas - Narcoticos Anonimos tem presentemente um estatuto de consultor dentro das Nacoes Unidas, como organizacao nao-governamental. Este estatuto permite que seis membros sejam credenciados. O WB decidiu, por enquanto, manter o pessoal ligado a este projecto e decidira mais tarde quais os membros do WB que deverao ser nomeados para esta area.

Orcamento Unificado- Ha um grupo de trabalho composto por tesoureiros dos servicos mundiais, actuais e antigos, para desenvolver, em conjunto com o WSO, um plano para o Orcamento Unificado. Na nossa reuniao de Dezembro, o conselho ira aprovar o orcamento do primeiro semestre de 1999, e depois na reuniao de Marco ira discutir o orcamento para 1999-2000. E este segundo orcamento que vai reflectir os projectos para esse ano da conferencia.

Retorna ao inicio

&&&&&&&&&&
Grupos de trabalho novos 
e existentes:

Comite Executivo do WB:
Michael M, Mary Kay B, Susan C, Jon T

Avaliacao das Traducoes:
Susan C, Eddie E, Tata M

Conselho Editorial da ?NA Way?: 
Jane N, Bella A, Craig R, Stephan L

Boletim ?Reaching Out?: 
Craig R, David J

Orcamento Unificado: 
Susan C, Mary C-V, Bob McD

Forum de Desenvolvimento:
Larry R, Mary Kay B, Claudio L, Cary S

Boletim ?NAWS News?: Bella A, Stephan L

WCNA-28 (Convencao Mundial):
Cary S

Propostas a Discutir na WSC ?99:
Resolucao A:
Jane N, David J

Comunicacao: 
Bob J, Tony W, Bella A, Stephan L

&&&&&&&&&&

Custodia da Propriedade Intelectual da Irmandade (FIPT)
Esta foi a primeira vez em que nos reunimos como custodios do FIPT. Foi-nos feita uma descricao geral das responsabilidades envolvidas, e apresentado o relatorio do WSO sobre as actividades diarias de administracao da custodia.

Tivemos uma discussao sobre literatura de recuperacao na Internet, e concordamos com os custodios anteriores em que, ate haver uma maior clareza quanto aos direitos de propriedade intelectual e a Internet, nao havera qualquer literatura de recuperacao afixada pelo WSO na Internet, nem devera se-lo por outros individuos ou comites de servico. Tambem discutimos formas de informar a irmandade sobre estas questoes, mas decidimos nada fazer ate depois da nossa reuniao de Dezembro, quando teremos uma discussao mais aprofundada sobre a nossa pagina ?web? e a Internet.

Depois de sermos informados sobre novos artigos, como o livro ?Os Milagres Acontecem?, os Guias Praticos dos Passos, e varios manuais e guias de servico, as nossas discussoes fixaram-se naquilo que constitui literatura de recuperacao e literatura de servico, em termos de FIPT. As discussoes finais sobre o FIPT centraram-se em possiveis infraccoes a marca registada e na forma como os registos de marca sao prioritizados noutros paises.

&&&&&&&&&&

Retorna ao inicio
 

Os Escritorios Mundiais de Servicos
(WSO) e as auditorias
Uma das nossas responsabilidades mais importantes e a supervisao do vosso WSO. Recebemos um relatorio da Administracao Executiva sobre a actual situacao financeira e agradou-nos constatar que os escritorios parecem estar a ir ao encontro, ou a exceder ate, as previsoes em termos do seu orcamento para 1998. A Administracao Executiva fez-nos uma descricao geral de como verificar os relatorios financeiros que nos sao enviados.

A nossa principal preocupacao com os escritorios centrou--se nos niveis de pessoal. Muitos de nos estavam ca em 1997, quando o WSO teve de prescindir de algum pessoal a fim de equilibrar a tendencia decrescente nas vendas. Manifestamos a esperanca de podermos contratar mais funcionarios, para nao sobrecarregar mais o pessoal existente - na verdade, ate, para se lhes poder retirar alguma da carga existente.

A discussao final neste ponto foi sobre o proximo aumento previsto de precos - o WSO preve implementar um aumento de 5% em todos os produtos de tres em tres anos, sendo o proximo aumento em Janeiro de 1999. Discutimos os passos dados no ano findo para diminuir os niveis de descontos, e os seus efeitos sobre os escritorios regionais de servicos e o WSO. Deixamos a decisao final ao Comite Executivo, que desde entao comunicou a irmandade que este aumento foi adiado para Janeiro de 2000.

Durante a nossa reuniao, tivemos uma sessao de duas horas com um representante da empresa de auditoria independente, que nos apresentou as auditorias ao WSO em 1997 e a Corporacao da Convencao Mundial em 1996 e 1997. Tivemos uma longa sessao de perguntas e respostas, durante a qual muitos de nos indagamos sobre as reservas apontadas em auditorias anteriores. Durante esta sessao, descobrimos que as duas reservas centravam-se no facto de o WSO ter tido de mudar de auditores em 1997, que por isso nao estiveram fisicamente presentes para o inventario final de 1996. 

Alem disso, sob o sistema existente, nem os escritorios nem a corporacao da convencao seguiam um sistema de classificacao funcional. (Um tal sistema exigiria que a contabilidade fosse baseada em funcoes e/ou projectos especificos, em vez de em responsabilidades gerais.) Verificamos, todavia, que os auditores tinham recebido toda a informacao pedida e providenciado aos dois orgaos um relatorio sem falhas, com a excepcao acima referida. Eles estiveram presentes no inventario final de 1997, e nos comecaremos a utilizar um sistema de contabilidade funcional para o orcamento unificado, assim atendendo a ambas as reservas. O auditor apresentou uma carta que explica essas reservas com mais detalhe. Esta carta esta disponivel na nossa pagina ?web?, ou podera ser pedida ao WSO.

&&&&&&&&&&

Retorna ao inicio
 

Pontos diversos 
No principio da nossa reuniao, discutimos o desenvolvimento de um codigo etico para o conselho. Ao mesmo tempo que concordamos que deveriamos defender os principios de NA contidos nos nossos Passos, Tradicoes, e Conceitos, achavamos que tinhamos de olhar mais profundamente para esta questao. Pedimos aos escritorios que compilassem as varias regras basicas, os valores e outros elementos, que tinhamos reunido numa unica lista e que iriamos discutir na nossa proxima reuniao.

Uma das primeiras decisoes que tomamos enquanto conselho foi adoptar os Doze Conceitos para o Servico em NA como principios orientadores.  Durante a nossa reuniao, determinamos que era preciso dar continuidade a esta decisao, alcancando um consenso relativamente ao seu significado para nos, enquanto conselho. Para isso, cada membro concordou em por por escrito os pontos mais importantes e estudar as perguntas de cada capitulo da brochura dos Conceitos. Iremos usar as nossas notas como ponto focal da nossa discussao sobre os conceitos, na abertura das nossas proximas reunioes.

&&&&&&&&&&

Retorna ao inicio
 

Um agradecimento final do Conselho
Agradecemos a confianca que depositaram em nos. Este trabalho esta a ser para nos um desafio, mas muito recompensador. O nivel de energia durante a reuniao foi elevado. A nossa ordem de trabalhos para Dezembro nao parece menos assustadora, com os preparativos para o Relatorio da Agenda da Conferencia, com a discussao sobre o Grupo Especial sobre Comunicacao (?Communications Task Force?), com a prioritizacao dos 16 outros itens, e com a continuacao das discussoes iniciadas nesta reuniao.

Conseguimos cumprir a ordem de trabalhos durante os nossos tres dias juntos, e a maioria de nos leva tarefas para completar, tal como esta questao do boletim ?NAWS?. Mais uma vez esperamos que continuem a dar-nos as vossas opinioes e sugestoes sobre os nossos relatos. Ate la, obrigado por nos deixarem servir, como vosso Conselho dos Servicos Mundiais. 

&&&&&&&&&&

Retorna ao inicio


News for the Public


Contains links to items of interest to the general public and professionals about the Fellowship of Narcotics Anonymous.

Please contact the webmaster (webmaster@na.org) if you have any comments, are not able to find something that you are looking for, or have any questions about this new site.